Área Exclusiva 

Prêmio Professor Exemplar
Esqueci minha senha Política de Privacidade

REGULAMENTO

1. Objetivo

Reconhecer o trabalho dos professores do 1º ao 5º ano do ensino fundamental da rede pública, através de premiação daqueles cujas classes se destaquem no aproveitamento escolar em matemática.

2. Premiações
2.1. Bimestrais:

2.1.1. Os professores participantes serão premiados conforme tabela abaixo, em função do crescimento da Média de Acertos de sua Classe (MAC), em relação à melhor MAC obtida pela classe no ano, apurada nos termos do item 5 abaixo.
Crescimento da MAC Valor do Prêmio (R$)
De 0 a 0,250 R$ 500,00
De 0,251 a 0,500 R$ 850,00
De 0,501 a 0,750 R$ 1.200,00
De 0,751 a 1,000 R$ 1.500,00
De 1,001 a 1,500 R$ 1.900,00
Acima de 1,501 R$ 2.200,00
 
2.1.2. Para a apuração do crescimento na MAC na primeira avaliação do ano, serão consideradas as avaliações aplicadas em dezembro de 2016 para os alunos da classe.

Caso mais de 50% dos alunos da classe não tenham participado do PPE em 2016, será considerado 5,0 (cinco) como MAC anterior.

2.1.3. O pagamento do prêmio será realizado através de depósito na conta corrente indicada pelo professor no momento da inscrição.
2.2. Anual

2.2.1. Os professores do 2º ao 5º que, dentre todas as classes participantes, obtiverem a maior quantidade de pontos, obtidos nos termos do item 2.2.2, receberão, em dezembro/2017(1):

1º Lugar

Uma viagem à Europa ou Estados Unidos(2), com direito a acompanhante e mil dólares americanos(3).
2º Lugar

Uma viagem à América do Sul ou América Central(2), com direito a acompanhante e oitocentos dólares americanos(3).
3º Lugar

Uma viagem nacional(2), com direito a acompanhante e quinhentos dólares americanos(3).

(1) Será de responsabilidade do município o transporte dos professores ao local do evento para entrega da premiação.

(2) Considerando que as agências de turismo não comercializam pacotes turísticos com muita antecedência, serão definidos futuramente: a empresa aérea, o hotel e as cidades ou países a serem visitados.

(3) Valor convertido para reais, segundo valor do dólar turismo de venda no dia do pagamento e válido somente para reservas sem pensão completa.


2.2.2. Bimestralmente, o professor do 2o ao 5o ano cuja classe tiver o maior crescimento na MAC em relação à melhor MAC obtida pela classe no ano, receberá 300 pontos, o 2o receberá 299 pontos, o 3o receberá 298 pontos e assim por diante.

2.2.2.1. Para definição dos melhores professores do ano, serão somadas as três maiores pontuações obtidas pelo professor.


2.3. Desempate
Havendo empate na pontuação, será vencedora a classe que apresentar a maior média de variações da MAC no ano. Persistindo o empate, será vencedora a classe com a menor diferença entre: a quantidade de respostas corretas do aluno que mais acertou, e a quantidade de respostas corretas do aluno que menos acertou no último bimestre. Mantendo-se o empate, será feita a mesma avaliação em relação ao bimestre anterior e assim por diante, até o desempate.
Não sendo possível o desempate, o prêmio será dividido.
3. Incentivo aos alunos
Receberão medalhas, um troféu itinerante e terão o direito de passar um dia em um clube do SLIM:
3.1. os alunos das duas classes de cada município que obtiverem a maior Média de Acertos da Classe (MAC) no bimestre; e

3.2. Os alunos das duas classes de cada município que obtiverem o maior crescimento na Média de Acertos da Classe (MAC) no bimestre.

Será de responsabilidade do município o transporte dos alunos e a colocação de, pelo menos, um monitor para cada grupo de 10 alunos. As escolas ganhadoras irão ao clube em data previamente definida pelo Instituto Rubens Meneghetti.
4. Avaliações
Terão as seguintes características:

4.1. Serão aplicadas bimestralmente, conforme abaixo:
  • 4.1.1.  Nas salas do 2º ao 5º ano - a cada bimestre escolar (4);
  • 4.1.2. Nas salas de 1º ano – no 4º bimestre.
4.2. Terão 10 questões que avaliarão o domínio do conteúdo programático de matemática estabelecido no item 9 deste regulamento.

(4) As datas das avaliações serão informadas com 30 dias de antecedência pelo IRM.
5. Média de Acertos da Classe (MAC)
Será calculada conforme segue:
6. Requisitos
6.1. Poderá participar do Prêmio Professor Exemplar o professor que:
  • 6.1.1. Tenha sido convidado pelo Instituto Rubens Meneghetti; e
  • 6.1.2. Inscrever classes de 1º ao 5º ano do ensino fundamental da rede pública; e
  • 6.1.3. Seja o único a lecionar Matemática para sua classe; e
  • 6.1.4. Se inscrever nos termos deste regulamento.
6.2. É vedada a participação de professor:
  • 6.2.1. De classe que não seja do ensino regular, ou que o ano letivo seja inferior ao ano civil; ou
  • 6.2.2. Que deseje participar com mais de uma classe: ou
  • 6.2.3. De classe com menos de 15 alunos.
6.3. Não terá direito às premiações:
  • 6.3.1. bimestrais – o professor do 2º ao 5º que não der aula, por qualquer motivo, por mais de 2 (dois) dias letivos no bimestre e o professor do 1º ano que não der aula por mais de 8 dias letivos no ano.
  • a) Para computo das faltas serão consideradas as seguintes datas:
  • 1º bimestre = do início das aulas até 21/04/2017;
  • 2º bimestre = de 22/04/2017 até início das férias;
  • 3º bimestre = do retorno das férias até 30/09/2017;
  • 4º bimestre = de 01/10/2017 ao encerramento das aulas.
  • 6.3.2. anuais – o professor que não der aula, por qualquer motivo, por mais de 8 (oito) dias letivos no ano.
  • 6.3.3. a qualquer premiação:
  • a) o professor que não entregar ao funcionário do Instituto Rubens Meneghetti, quando de cada avaliação, declaração emitida pela escola contendo o nome e o RG escolar de todos os alunos de sua classe.
  • b) o professor cuja classe deixar de realizar qualquer avaliação, ou não informar as alterações de classes ocorridas antes do pagamento dos prêmios.
  • c) o professor que substituir o titular da classe.
7. Inscrição
Deverá ser realizada até o dia 17/02/2017 através do site do Instituto Rubens Meneghetti (www.irm.org.br/professor).
8. Publicação
A performance das classes, das escolas e dos municípios participantes nas avaliações do Prêmio Professor Exemplar será divulgada no site do Instituto ou em qualquer outro veículo de comunicação.
9. Conteúdo Programático de Matemática
O Conteúdo Programático abaixo tem como parâmetro o PCN - Parâmetros e Referenciais Curriculares Nacionais publicado pelo Ministério da Educação e Cultura

9.1. 1º ano – 1º ao 4º bimestre

- Noções de grandezas e posições (direita, esquerda, em cima, embaixo, grande, pequeno, alto, baixo, grosso, fino, largo, estreito, longe, perto, dentro, fora, frente, atrás, curto e comprido)
- Números do 0 ao 10
- Resolução de situações-problemas simples
- Antecessor e sucessor dos números
- Contagem de elementos em conjuntos
- Observação do calendário
- Numerais até 29
- Resolução de situação-problema envolvendo adição e subtração
- Comparação de quantidades (Igual/Diferente Maior/Menor)
- Contagem de elementos em conjuntos
- Grandezas e medidas
- Formas geométricas planas
- Estudo de gráficos e tabelas
- Antecessor e sucessor dos números
- Números por extenso
- Noção do sistema de numeração decimal
- Numerais até 49
- Comparação de quantidades
- Escrita dos números por extenso
- Identificação do sucessor e antecessor
- Noção do sistema de numeração decimal
- Resolução de situação-problema envolvendo adição e subtração com unidades e dezenas
- Sólidos geométricos
- Simetria
- Observação do calendário
- Utilização do ábaco
- Numerais até 70
- Comparação de quantidades
- Noção de adição e subtração com unidade e dezena
- Numerais por extenso
- Contagem
- Utilização do ábaco para compreensão do sistema de numeração
- Sequência numérica
- Espaço e forma
- Tratamento de informações
- Sistema monetário brasileiro: as moedas.


   9.2. 2º ano – 1º bimestre

   - Reconhecimento de números no contexto social.
   - Utilização de diferentes estratégias para identificar números em situações que envolvem contagens e        medidas;
   - Noção intuitiva de grandezas, através de comparações (maior, menor, mais fino, mais grosso, mais  estreito, mais largo, mais alto, mais baixo, etc).
   - O sistema decimal indo-arábico: a composição da dezena.
   - Utilização de diferentes estratégias para identificar números em situações que envolvem contagens e    medidas;
   - Aplicações do uso de ábacos para registros de quantidades
   - Sistema de numeração de outros povos: egípcios, romanos e maias.
   - Contagem por agrupamento
   - Noções intuitivas de medida de tempo.
   - Registro, leitura e escrita dos números até 100.
   - Representações numéricas.
   - Classificação de figuras segundo critério: planas, não planas.
   - Medidas de comprimento (metro e meio metro).
   - Medidas de massa (quilograma).
   - Observação de formas geométricas presentes em elementos naturais e objetos criados pelo homem e de  suas características: arredondados ou não, simétricos ou não, etc.



   9.3. 2º ano – 2º bimestre
  
   
- A correspondência biunívoca.
   - Aplicações do uso de ábacos para registros de quantidades.
   - Construção da noção de número Natural.
   - Aplicações do uso de ábacos.
   - Representação numérica em diferentes bases.
   - Formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e do    valor posicional ocupada por eles.
   - Contagens ascendentes e descendentes.
   - Classificação de figuras não planas em: poliedros e corpos redondos.
   - Medidas de comprimento (metro).
   - Medidas de massa (quilograma).
   - Observação de formas geométricas presentes em elementos naturais e objetos criados pelo homem e de  suas características:   arredondados ou não, simétricos ou não, etc.


   9.4. 2º ano – 3º Bimestre

   
- Aplicações do uso de ábacos.
   - Sistema decimal posicional indo-arábico: a composição da centena.
   - Ordenação numérica: sucessor, antecessor.
   - Exploração de situações-problema que envolva adição e subtração.
   - Medidas de tempo (horas, dias, semanas, meses e ano).
   - Ampliação do sistema decimal
   - Reconhecimento e aplicação das características do sistema de numeração decimal, e princípio do valor  posicional até100.
   - Medidas de capacidade (litro e mililitro).
  - Reconhecimento de semelhanças e diferenças entre corpos redondos, como a esfera, o cone, o cilindro e  outros.


   9.5. 2º ano – 4º Bimestre

   - Registro, leitura e escrita dos números até 1000.
   - Medidas de comprimento (arbitrárias como o cúbito, o palmo, a polegada e o metro).
   - Composição e decomposição de valores.
   - Reconhecimento de semelhanças e diferenças entre poliedros (como os prismas, as pirâmides e outros) e    identificação de elementos como faces, vértices e arestas.
   - Planificação de sólidos geométricos.
   - Sistema monetário: reconhecimento de cédulas e moedas existentes no Brasil e de possíveis trocas entre  cédulas e moeda sem função de seus valores.


   9.6. 3º ano – 1º Bimestre
   
- Reconhecimento de números no contexto social.
  - A correspondência biunívoca.
  - Representações numéricas.
  - Sistema de numeração de outros povos: egípcios, romanos e maias.
  - Aplicações do uso de ábacos para registros de quantidades.
  - Contagem por agrupamento.
  - Representação numérica em diferentes bases.
  - Reconhecimento e aplicação das características do sistema de numeração decimal, e princípio do valor  posicional até100.
  - Situações-problema que envolva contagens, medidas e códigos numéricos.
  - Observação de formas geométricas presentes em elementos naturais e objetos criados pelo homem e de  suas características: arredondados ou não, simétricos ou não, etc.
  - Classificação de figuras segundo critério: planas, não planas.
  - Classificação de figuras não planas em: poliedros e corpos redondos.



   9.7. 3º ano – 2º Bimestre

   - Organização do sistema decimal.
   - Registro, leitura e escrita dos números até 1000.
   - Observação de critérios que definem uma classificação de números (maior que, menor que, estar entre) e    de regras usadas em seriação (mais um, mais dois, dobro, metade)
   - Reconhecimento de números pares e ímpares.
   - Exploração de situações-problema que envolva adição e subtração.
   - Exploração de situações-problema que envolva multiplicação e divisão.
   - Identificação e relação entre unidades de tempo (hora, dia, semana, mês, bimestre, semestre, ano) e  utilização de calendário.
   - Observação e criação de padrões numéricos e geométricos.
   - Medidas de comprimento (arbitrárias como o cúbito, o palmo, a polegada e metro).
   - Sistema monetário: reconhecimento de cédulas e moedas existentes no Brasil e de possíveis trocas entre  cédulas e moeda sem função de seus valores.



   9.8. 3º ano – 3º Bimestre
  
- Organização do sistema decimal.
  - Aplicações do uso de ábacos para registros de quantidades.
  - Reconhecimento e aplicação das características do sistema de numeração decimal, e princípio do valor  posicional até1000.
  - Registro, leitura e escrita dos números.
  - Contagem em escalas ascendentes e descendentes de um em um até dez, de dez em dez a partir de  qualquer número.
  - Exploração de situações-problema que envolva adição e subtração.
  - Exploração de situações-problema que envolva multiplicação e divisão.
  - Planificação de figuras tridimensionais.
  - Medidas de comprimento, massa, valor e tempo.
  - Coleta, interpretação e elaboração de listas, tabelas simples, de dupla entrada e gráficos de barra para  comunicar a informação obtida.



   9.9. 3º ano – 4º Bimestre

   - Organização do sistema decimal.
   - Registro, leitura e escrita dos números.
   - Exploração de situações-problema que envolva as quatro operações.
   - Exploração dos algoritmos das quatro operações.
   - Reconhecimento de semelhanças e diferenças entre corpos redondos, como a esfera, o cone, o cilindro e  outros.
   - Reconhecimento de semelhanças e diferenças entre poliedros (como os prismas, as pirâmides e outros) e  identificação de elementos como faces, vértices e arestas.
   - Composição e decomposição sólidos geométricos.
   - Coleta, interpretação e elaboração de listas, tabelas simples, de dupla entrada e gráficos de barra para  comunicar a informação obtida.



   9.10. 4º ano – 1º Bimestre
   - Reconhecimento de números no contexto social.
   - Organização do sistema decimal.
   - Aplicações do uso de ábacos para registros de quantidades.
   - Reconhecimento e aplicação das características do sistema de numeração decimal, e princípio do valor    posicional até a quarta ordem.
   - Registro, leitura e escrita dos números.
   - Exploração de situações-problema que envolva adição e subtração.
   - Exploração de situações-problema que envolva multiplicação e divisão.
   - Números pares e ímpares.
   - Observação de formas geométricas presentes em elementos naturais e objetos criados pelo homem e de  suas características: arredondados ou não, simétricos ou não, etc.
   - Classificação de figuras segundo critério: planas, não planas.
   - Classificação de figuras não planas em: poliedros e corpos redondos.



   9.11. 4º ano – 2º Bimestre

   - Reconhecimento das propriedades das operações na exploração de cálculos mentais.
   - Resolver situações-problema em que seja possível identificar operações e propriedades.
   - Utilização dos algoritmos das operações adição, subtração, multiplicação e divisão.
   - Planificação de sólidos geométricos.
   - Composição e decomposição de figuras planas, identificando diferentes possibilidades.
   - Cálculo de perímetro e de área de figuras desenhadas em malhas quadriculadas e comparação de  perímetros e áreas de duas figuras sem uso de fórmulas.


   9.12. 4º ano – 3º Bimestre

   - Reconhecimento de números naturais e racionais no contexto social.
   - Conceito de número racional.
   - Exploração da ideia de fração e representação fracionária.
   - Identificação da relação entre parte e todo.
   - Medidas de comprimento.
  - Localização de um objeto por meio de coordenadas.
  - Representação de itinerários.

 
   9.13. 4º ano – 4º Bimestre

   - Reconhecimento das propriedades das operações na exploração de cálculos mentais.
   - Coleta, interpretação e elaboração de listas, tabelas simples, de dupla entrada e gráficos de barra para comunicar a informação obtida.
   - Identificação e produção de frações equivalentes, pela observação de representações gráficas e de regularidades nas escritas numéricas.
   - Reconhecimento de números naturais e racionais no contexto social.
   - Exploração dos diferentes significados das frações em situações-problema: parte, todo, quociente e razão.
   - Identificação de figuras poligonais e circulares nas superfícies planas das figuras tridimensionais.
   - Identificação de semelhanças e diferenças entre polígonos, usando critérios como número de lados,  número de ângulos, eixos de simetria, etc.



   9.14. 5º ano – 1º Bimestre

   - Reconhecimento de números naturais no contexto social.
   - Registro, leitura e escrita dos números até o milhão.
   - Reconhecimento e aplicação das características do sistema de numeração decimal, e princípio do valor    posicional até o milhão.
   - Exploração de situações-problema que envolvam as quatro operações.
   - Exploração dos algoritmos das quatro operações.
   - Identificação dos números pares e impares, primos e compostos.
   - Percepção de elementos geométricos nas formas da natureza e nas criações artísticas.
   - Identificação das principais figuras sólidas (prisma, cilindro, pirâmide, cone e esfera).
   - Localização na reta de números naturais.



   9.15. 5º ano – 2º Bimestre

   - Reconhecimento de números naturais e racionais no contexto social.
   - Identificação e produção de frações equivalentes, pela observação de representações gráficas e de  regularidades nas escritas numéricas.
   - Exploração dos diferentes significados das frações em situações-problema: parte, todo, quociente e razão.
   - Identificação e relação entre unidades de tempo (hora, dia, semana, mês, bimestre, semestre, ano) e  utilização de calendário.
   - Exploração das planificações de algumas figuras tridimensionais.
   - Resolver problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas    quadriculadas, sem uso de fórmulas.


   9.16. 5º ano – 3º Bimestre

   - Localização na reta de números racionais na forma fracionária e decimal.
   - Relação entre representações fracionária e decimal de um mesmo número racional.
   - Reconhecimento do uso da porcentagem no contexto diário.
   - Cálculo de adição e subtração de números racionais na forma fracionária e decimal.
   - Cálculo simples de porcentagem.
   - Utilização de malhas ou redes para representar, no plano, a posição de uma pessoa ou objeto.
   - Identificação de figuras poligonais e circulares nas superfícies planas das figuras tridimensionais.
   - Identificação de semelhanças e diferenças entre polígonos, usando critérios como número de lados,  número de ângulos, eixos de simetria, etc.
   - Noção e classificação de polígonos.
   - Cálculo de perímetro e de área de figuras desenhadas em malhas quadriculadas e comparação de  perímetros e áreas de duas figuras sem uso de fórmulas.
   - Identificação e relação entre unidades de tempo (hora, dia, semana, mês, bimestre, semestre, ano) e  utilização de calendário.
   - Sistema monetário: reconhecimento de cédulas e moedas existentes no Brasil e de possíveis trocas entre  cédulas e moeda sem função de seus valores.



   9.17. 5º ano – 4º Bimestre
   - Extensão das regras do sistema de numeração decimal para compreensão, leitura e representação dos    números racionais na forma decimal.
   - Comparação e ordenação de números racionais na forma decimal.
   - Localização na reta numérica, de números racionais na forma decimal.
   - Leitura, escrita, comparação e ordenação de representações fracionárias de uso frequente.
   - Reconhecimento de que os números racionais admitem diferentes (infinitas) representações na forma  fracionária.
   - Observação de que números naturais podem ser expressos na forma fracionária.
   - Reconhecimento do uso da porcentagem no contexto diário.
   - Análise, interpretação, formulação e resolução de situações-problema, compreendendo diferentes  significados das operações envolvendo números naturais e racionais.
   - Resolução das operações com números naturais, por meio de estratégias pessoais e do uso de técnicas  operatórias convencionais, com compreensão dos processos nelas envolvidos.
   - Cálculo de adição e subtração de números racionais na forma decimal, por meio de estratégias pessoais e  pelo uso de técnicas operatórias convencionais.
   - Cálculo simples de porcentagem.
   - Exploração da ideia de probabilidade em situações-problema simples, identificando sucessos possíveis, sucessos seguros e as situações de “sorte”.
 


Versão para impressão
Ir para o topo Ir para o topo Ir para o topo